Planejar e discutir a Baixada Fluminense para os próximos 15 anos. Estes foram alguns dos pontos debatidos nesta quinta-feira (8/8) durante o seminário Visões do Futuro: potencialidades e desafios da Região da Baixada Fluminense, evento promovido na Firjan, na Unigranrio, que reuniu o prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, o vice- governador Luiz Fernando Pezão, o presidente da entidade que congrega as indústrias do Estado do Rio, Eduardo Eugênio de Gouvêa, e prefeitos dos municípios de Belford Roxo, São João do Meriti, Magé, Guapimirim, Paty do Alferes e Miguel Pereira. Participaram do evento os secretários municipais Tarce Filho (Serviços Públicos), Mário Sérgio Duarte (Políticas de Segurança), Pedro Paulo Novellino (Desenvolvimento Econômico), além do presidente da Fundec Elder Lugon.

O prefeito Alexandre Cardoso  fala no seminário promovido pela Firjan. Foto: Rafael Barreto.

O prefeito Alexandre Cardoso fala no seminário promovido pela Firjan. Foto: Rafael Barreto.

O prefeito de Duque de Caxias destacou a importância do seminário por discutir propostas e projetos voltados para o futuro da região, e destacou a parceria com o governo do estado. Em sua apresentação, o vice- governador disse ser um municipalista ressaltando, no entanto, de cada cidade ter suas leis. “O Rio de Janeiro, por exemplo, não tem os mesmos problemas que uma cidade de outro estado. Precisamos adequar leis e projetos para cada região, até porque são realidades diferentes. Neste tempo que estamos no governo tiramos projetos que estavam no papel em obras. Mas está cada vez mais difícil fazer isso. O Arco Metropolitano é uma prova disso. Tivemos que fazer cerca de 2.400 desapropriações, preservar 68 sítios arqueológicos. O governo do estado tem investido e reconhece a importância da iniciativa privada. Sem dúvida alguma, a Baixada Fluminense é uma das mais importantes regiões por atrair grandes empresas seja no polo petroquímico, assim como a indústria automotiva”, explicou.

Pezão fez um balanço das iniciativas do governo estadual para Duque de Caxias, que até 2015 terá reforçado o fornecimento de água em áreas como a Taquara, conclusão das obras da Rodovia Governador Leonel Brizola (antiga Presidente Kennedy), no final deste ano, projeto Bairro Novo que atenderá 19 municípios na pavimentação e ruas e será investido cerca de R$ 1 bilhão.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, defendeu melhorias para a região por parte do poder público, como forma de manter e atrair mais empresas para o polo industrial. Lembrou sobre a necessidade de se construir uma via em Campos Elíseos, para facilitar o funcionamento da refinaria da Petrobras. Conclusão do Arco Metropolitano e Via Light e a construção da Transbaixada, melhoria no fornecimento de energia elétrica, água e banda larga foram algumas das necessidades apontadas em pesquisa feita junto aos empresários.