O município de Caxias poderá se transformar em referência na preparação de atletas para jogar beisebol. Para isso, uma parceria entre Duque de Caxias, através da secretaria de Esportes e Lazer, com a Major League Baseball (MLB), foi definida na última sexta-feira (15/4), durante a visita do Cônsul dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, James Story, do Coordenador Internacional de Marketing e Desenvolvimento da Major League Baseball (MLB), Caleb Santos Silva e Joel Araújo, do Departamento Internacional de Desenvolvimento da MLB, na Vila Olímpica.

O Prefeito Alexandre Cardoso, o Cônsul James Story, e Caleb Santos na Vila Olímpica. Foto: Rafael Barreto.

O Prefeito Alexandre Cardoso, o Cônsul James Story, e Caleb Santos na Vila Olímpica. Foto: Rafael Barreto.

A implantação do CT não custará nada aos cofres do município, já que a MLB arcará com as despesas e o fornecimento de equipamento para os futuros jogadores deste esporte.

“Fico feliz que Duque de Caxias tenha sido escolhida para receber um Centro de Treinamento da Major League Baseball. Esta é uma parceria que irá trazer benefícios para a cidade. O beisebol é um esporte popular não só nos Estados Unidos, mas também em vários países da América Latina, e espero que aconteça o mesmo em Caxias.”, explica o prefeito.

Para o Cônsul dos Estado Unidos, James Story, o potencial da cidade é grande.

“Adoro beisebol e sempre sonhei em jogar, mas acabei concretizando este desejo. Acho importante trazer para Caxias este projeto que está sendo implantado em outras cidades brasileiras. O potencial de Caxias é grande, e não descarto a possibilidade de formarmos atletas. O Brasil já tem representantes da principal liga de beisebol, quem sabe no futuro Caxias também não tenha jogadores atuando nos times dos Estados Unidos”, explica.

Na avaliação do subsecretário de Esporte e Lazer Jorge Gonçalves da Silva, o primeiro passo para Caxias formar jogadores de beisebol é o curso que a secretaria abriu.

“As inscrições vão até o final de abril. As aulas serão aos sábados pela manhã e podem participar jovens de 10 a 16 anos. Quem sabe não teremos grandes atletas saindo deste grupo’, acredita.

Participantes do curso de treinador com o certifciado de conclusão. Foto: Rafael Barreto.

Participantes do curso de treinador com o certifciado de conclusão. Foto: Rafael Barreto.

Certificados

Durante o evento, receberam o certificado de participação, os professores de Educação Física que fizeram a capacitação para técnicos de beisebol.

Orientados pelo treinador e professor Jay Quinn, o grupo está apto para preparar os futuros jogadores. A gaúcha Stefanie von Baranow, aprovou o projeto de Caxias com a Major League Baseball.

“Foi gratificante ter participado deste curso. A experiência adquirida servirá no projeto social em que trabalho”, revelou.