A Prefeitura de Nova Iguaçu está construindo 912 casas para abrigar as famílias inscritas no programa Minha Casa, Minha Vida. O empreendimento, resultado de uma parceria entre o governo federal e a Caixa Econômica, está situado no bairro Marapicu e beneficiará mais de 3,5 mil pessoas.

A obra está em fase de conclusão e deverá ser entregue até junho. As residências foram separadas em quatro condomínios, cada um terá área de lazer, salão de festas e quadra de esportes.
As casas medem cerca de 40 metros, e possuem sala, cozinha, banheiro, dois quartos e garagem. Os primeiros beneficiados são moradores de áreas de risco que foram cadastrados pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Prevenção da Violência (Semaspv).

A dona de casa Cristina Marques João Barbosa, de 37 anos, já está preparando as malas para fazer a mudança. Moradora da ocupação Exponig, ela está ansiosa para receber as chaves da casa própria. “É um presente. Nunca tive um lugar meu. Vou viver mais feliz porque poderei dar segurança aos meus filhos”, disse.

Desempregada, ela conta somente com a renda que consegue trabalhando esporadicamente como faxineira. Não fosse através do programa Minha Casa, Minha Vida, Cristina não poderia realizar seu sonho. Ela pagará R$ 50 mensais e após dez anos receberá a escritura da propriedade. “Tenho fé em Deus que agora minha vida vai pra frente”, enfatizou.

O Minha Casa, Minha Vida tem como foco atender as necessidades de moradia de famílias que possuem renda de zero a três salários mínimos. O programa funciona por meio da concessão de financiamentos a beneficiários. A prestação mínima é de R$ 50, e o orçamento familiar só pode ser comprometido em até 10%.

A Semaspv continua convocando moradores de áreas de risco já inscritos no programa para participar da pré-seleção para ocupação das residências. A Secretaria fica na rua Dr.Luiz Guimarães, 956, no Centro.

Foto por: Glória Nunes.