Maquete do Hospital que será construído. Foto: Divulgação.

Maquete do Hospital que será construído. Foto: Divulgação.

O Governo do Estado do Rio de Janeiro homologou e publicou no Diário Oficial da última segunda-feira (3) a licitação do Hospital de Cardiologia de Queimados. A construção que está orçada em quase 67 milhões de reais, em parceria do Estado, União e Prefeitura, e as obras já devem começar em 40 dias e o prazo de conclusão é de 450 dias, a contar do início. A unidade será referência na Baixada Fluminense, de acordo com a Prefeitura de Queimados.

“Esqueleto” das obras do hospital, abandonadas há anos. Foto: Luiz Ambrosio.

“Esqueleto” das obras do hospital, abandonadas há anos. Foto: Luiz Ambrosio.

Após a demolição da antiga obra inacabada em 2013 e as desapropriações e regularização de documentos de toda a área, realizadas pela Prefeitura de Queimados, a publicação oficial foi comemorada pelo Prefeito Max Lemos: “Derrubamos toda estrutura condenada pelos engenheiros e recomeçar o projeto. Cuidamos de toda a burocracia, com cuidado para não cometermos os mesmos erros que os governos anteriores cometeram”, ressaltou.

O prédio será erguido em seis pavimentos no Bairro Vila Pacaembu. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a unidade vai contar com 108 leitos de internação, 39 leitos de UTI, sete salas cirúrgicas, 56 enfermarias, salas de ecocardiograma, ultrassom, tomografia, ressonância magnética, medicina nuclear e consultórios de fisioterapia.

A secretária municipal de Saúde, Dra. Fátima Sanches, fala sobre a importância de um hospital especializado em problemas do coração: “No Brasil, 300 mil pessoas morrem anualmente, ou seja, um óbito a cada dois minutos é causado por esse tipo de enfermidade e teremos aqui uma unidade de última geração para nossa população”, disse.