Visando ampliar o atendimento básico de saúde no município, a Prefeitura de Queimados pretende inaugurar até o fim do ano, dez novas Clínicas da Família. Três delas (Luiz de Camões, Santiago e Fanchem) estão em fase final de construção e poderão ser entregues ainda no primeiro semestre.

Dr. Fatima acompanhou as obras das novas Unidades. Foto: Luiz Ambrósio/Divulgação.

Dr. Fatima acompanhou as obras das novas Unidades. Foto: Luiz Ambrósio/Divulgação.

Com a implantação das novas unidades (que vão se juntar as outras 11 existentes), o programa pode dobrar a sua capacidade de cobertura na cidade, chegando a 60% dos bairros com atendimentos e visitas por agentes comunitários, promovendo assim mais qualidade de vida bem perto de casa.

O município conta ainda com quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS), que atendem as demais áreas não contempladas pelas Clínicas da Família.

Mesmo assim, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) de Queimados, tem a meta de chegar a 100% do município com este modelo de Agentes Comunitários de Saúde, nas residências com assistência básica àquelas pessoas que moram próximas, trazendo qualidade de vida, onde cada unidade contempla uma área de atuação, de acordo com a divisão do município em microrregiões.

Atendimento na Unidade.  Foto: Luiz Ambrósio/Divulgação.

Atendimento na Unidade. Foto: Luiz Ambrósio/Divulgação.

Cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo, 4 mil pessoas de uma determinada área, por isso o limite de pessoas cadastradas por área.

Para atender essa demanda, o município realizou concurso público em setembro do ano passado. A partir desse mês, ao menos 111 agentes são esperados para atuar nas próximas clínicas. Eles realizarão visitas periódicas nas residências para verificar a necessidade de consultas ou exames, vão fazer a marcação e entrarão em contato em seguida.

Cada clínica contará com uma equipe multiprofissional, com médico e enfermeiro especialistas em saúde da família, auxiliar ou técnico de enfermagem, agentes comunitários e profissionais de Saúde Bucal. Eles farão os atendimentos mais corriqueiros, como: odontologia, pediatria, clínica geral, ginecologia e obstetrícia (preventivos e pré-natais) e serviços de enfermagem em geral, como curativos, verificação de pressão e vacinas.

Unidade Luiz de Camoes esta na fase final. Foto: Luiz Ambrósio/Divulgação.

Unidade Luiz de Camoes esta na fase final. Foto: Luiz Ambrósio/Divulgação.

De acordo com o prefeito Max Lemos, o objetivo principal das novas unidades será o trabalho de prevenção. Segundo ele, duas unidades já foram inauguradas em sua gestão: uma no Bairro São Jorge e outra no Eldorado.

“É o resgate daquele médico da família que estava sempre por perto. De manter serviços básicos em dia, como preventivos, vacinas, saúde bucal, manutenção da pressão arterial, entre outros”, explicou. 

Já a secretária de Saúde, Dr. Fátima Sanches, informou que os atendimentos especializados: como: ortopedia, cardiologia, gastrologia, nutrição, endocrinologia, neurologia, oftalmologia, entre outros, serão oferecidos no novo Núcleo de Especialidade de Queimados (NEQ), no espaço anexo ao Cethid, na Vila Pacaembu, até a inauguração da Policlínica no Fanchem prevista para os próximos 60 dias.

“As Clínicas da Família têm como característica o atendimento mais essencial do dia a dia, com visitas e metodologias que mantêm os moradores com a saúde sempre em dia. Precisamos continuar com esta política de saúde que implantamos no município”, destaca.

Ainda de acordo com a secretária, os atendimentos médicos serão agendados pelos agentes comunitários e não por ordem de chegada, como é o costume nos postos de saúde.

“Assim evita-se filas e transtornos, não precisa chegar de madrugada para pegar número. O agente vai telefonar ou visitar para agendar e ele presta conta junto ao Ministério da Saúde com relatórios das visitas e metas de visitação e atendimentos estipulados”, afirma.