Na última quinta-feira (07/11), lideranças se reuniram no Social Clube de São João de Meriti para discutir a situação da segurança pública na Baixada Fluminense e elaborar propostas para tal. Foi distribuída uma carta ao final do evento, que será entregue ao Governador e ao Secretário de Segurança do Estado.

Leia a carta na íntegra:

ATO EM DEFESA DA SEGURANÇA PÚBLICA DA BAIXADA FLUMINENSE

“Os Prefeitos, Presidentes de Câmaras de Vereadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais, Vereadores e Sociedade Civil Organizada da Baixada Fluminense vêm solicitar ao Excelentíssimo Senhor Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, assim com ao Excelentíssimo Senhor Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, ajuda frente aos problemas enfrentados na região.

Conforme deliberado em reunião realizada no dia 7 de novembro de 2013, na sede do Social Clube Meriti, localizado à rua Alberto Jasku 106, Centro – São João de Meriti, quando os participantes do evento entenderam que o efeito da instalação das UPPs na cidade do Rio de Janeiro tem gerado aumento da criminalidade na Baixada Fluminense, em razão da migração de bandidos de toda natureza para nossas cidades.

Por isso solicitamos que seja feita uma reavaliação no planejamento de criação das UPPs, para que novos policiais formados sejam direcionados para os trabalhos junto aos batalhões da Baixada Fluminense, visando, assim, corrigir a deficiência existente. É fato público e notório que a criminalidade em nossa região aumentou e muito, causando inquietações gritantes por parte de nossa população, daí que urge de nossas autoridades e governantes adoção de medidas urgentes, visando dirimir os efeitos causados por tal situação.

Todos nós entendemos da importância das UPPs para a redução da criminalidade na cidade do Rio de Janeiro, porém não há que se falar em solucionar os problemas da cidade do Rio e, tempestivamente, ignorar os problemas de igual natureza na Baixada.

Na certeza de que Vossas Excelências, portadores que são de espírito de justiça, adotarão medidas urgentes e necessárias para a solução do problema focalizado, subscrevemo-nos colocando-nos à disposição para eventuais outros esclarecimentos.”