A Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia da Alerj realiza audiência pública para debater o aumento da violência e a insegurança em Nova Iguaçu na próxima segunda-feira, 2 de junho, na Câmara de Nova Iguaçu, às 10h.

Foram convidados representantes das polícias civil e militar, do poder judiciário, prefeitos da Baixada, representantes da Associação Comercial e Industrial de Nova Iguaçu (ACINI), da federação de associações de moradores, da Diocese de Nova Iguaçu, Primeira Igreja Batista, Igreja Nova Vida e Igreja Universal. O membro da Comissão da Alerj, deputado Xandrinho, e a deputada Rosangela Gomes estarão presentes.

Entre as 39 grandes cidades brasileiras, com mais de 500 mil habitantes, Nova Iguaçu aparece em 16º lugar, com índice de assassinatos 4,6 vezes maior que o índice mínimo para a violência ser considerada epidêmica.

Apenas em março deste ano, foram registradas pelas delegacias de Nova Iguaçu 55 homicídios, 24 tentativas de assassinato, 190 lesões corporais culposas, 247 roubos de veículos e 419 assaltos de pedestres.

Os dados são da pesquisa de indicadores de criminalidade do Instituto de Segurança Pública do Estado (ISP). O relatório da audiência será enviado aos órgãos competentes para que sejam tomadas providências.

Serviço
AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O AUMENTO DA VIOLÊNCIA EM NOVA IGUAÇU
Câmara Municipal de Nova Iguaçu
Rua Prefeito João Luiz do Nascimento, 38, centro (perto da Via Light)
Tel: 2667-2281/1281